Homens estressados preferem as mulheres gordinhas, mostra pesquisa

Estressados também são atraídos por um número maior de mulheres

Por Renata Barbieri

O estágio do estresse altera a percepção dos homens em relação ao corpo feminino. Os mais estressados preferem as mulheres mais cheinhas. Foi oque concluiu pesquisa realizada na Inglaterra, pelas Universidades de Newcastle e de Londres.

  Estressados também são atraídos por um número maior de mulheres
Estressados também são atraídos por um número maior de mulheres (Foto: divulgação)

A pesquisa partiu de estudos anteriores que sugeriam que fatores psicológicos poderiam influenciar as preferências pessoais, e a partir daí, o objetivo foi investigar o impacto do stress no julgamento masculino com relação ao corpo feminino, e também de enfatizar como as condições do ambiente poderiam modificar a percepção do corpo ideal.

Para relacionar esses fatores, convocaram cerca de 80 voluntários e os dividiram em dois grupos. Um dos grupos passaria por situações de estresse antes de avaliar as mulheres, enquanto o outro não entraria em contato com qualquer contexto de pudesse causar transtornos ou irritações.

Os resultados obtidos mostraram que o grupo de homens que passou por situações de estresse qualificou como mais atraentes as mulheres que se encontravam acima do peso, já o outro grupo avaliou melhor as mulheres magras. Os pesquisadores acreditam que esta preferência esteja diretamente ligada aos períodos de escassez. Mulheres acima do peso seriam um referencial de um maior acesso a recursos importantes, como comida e bens materiais. Para os mais irritados, a gordura é tida como um sinal de fertilidade.

“Há duas razões para o fato do benefício das mulheres gordinhas. O primeiro: elas carregam muito alimento. Isto é determinante para o tempo que você sobrevive. Segundo fator: em um ambiente em que a comida é escassa, ser gordinho demonstra o seu alto status social”, diz Martin Tovee, responsável pela pesquisa. Esses fatores combinados significam a maior chance de reprodução.

Outros estudos, como o realizado na Universidade de Westminster, também revelam que homens que perdem o emprego procuram por mulheres cheinhas, assim como os homens famintos.

Editado por Giuliana A. Wolf

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s