Homens têm campo de visão diferente das mulheres, aponta pesquisa

Por Giulia Cirilo

Situação: uma mulher vai ao salão de beleza e muda por completo a cor do cabelo e quando se encontra com seu parceiro e o questiona se reparou alguma mudança, de imediato ele responde se o par de brincos que ela está usando é novo. Essa circunstância é completamente aceitável, pois uma pesquisa realizada por Isaac Amobrov, professor de psicologia do Brooklyn College, apontou que homens e mulheres enxergam detalhes opostos.

Segundo dois estudos realizados por Amobrov e sua equipe, o que acarreta esta e várias outras situações, é que os homens possuem um campo de visão completamente diferente do das mulheres. Eles reconhecem com maior facilidade detalhes minuciosos e objetos que se movem em grande velocidade, enquanto as mulheres conseguem reparar em cores com grande precisão.

No primeiro estudo a equipe  apresentou aos participantes amostras de cores específicas e pediu para que eles as descrevessem com termos detalhados e criteriosos, e o que foi captado é que homens e mulheres descreviam as colorações de forma completamente diferente, sendo o time feminino muito mais minucioso quanto as variações de tonalidade da cartela. Já no segundo estudo, foi colocado para ambos os sexos, objetos e imagens em movimento e constatou-se que os homens conseguiam captar os detalhes, por mais mínimos que fossem, com uma maior facilidade.

As hipóteses para essa diferença de reconhecimento visual são muitas. Uma delas está relacionada ao hormônio masculino da testosterona, que tem receptores na parte superior do cérebro -o córtex cerebral- que é a principal zona visual. Outra teoria está relacionada a evolução da espécie humana, pois os homens primitivos tinham a função de caçadores e desenvolveram a habilidade de enxergar presas ou animais que representassem ameaça a longa distância, enquanto as mulheres, por serem coletoras, tinham que observar as variações de tonalidade da vegetação.

Segundo Amobrov, essa variação é sútil e afeta a visão no seu campo mais primário, pois é possível estar sempre treinando o olhar para uma melhoria e também fatores como a educação, memória e interesses particulares, acabam variando de pessoa para pessoa.

Editado por Larissa Dias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s