Número de alunos com deficiência no ensino superior aumentou 933,6%, aponta MEC

Reprodução

Por Michelle Lopes

Estudo divulgado nesta semana pelo Ministério da Educação (MEC) apontou que a quantidade de matrículas em ensino superior de pessoas com deficiência aumentou 933,6% entre 2000 e 2010. Neste período, o número cresceu de 2.173 alunos para 20.287, sendo 13.403 na rede particular e 6.884 na pública.

Além da procura por parte dos estudantes, outro motivo que colaborou para o crescimento foi a adequação das instalações das instituições de ensino a este público. Segundo o MEC, nos 10 anos que compreende o relatório, o número de instituições aptas a atender alunos com deficiência mais do que duplicou: eram 1.180 e em 2010 já somavam 2.378.

Devido a essa demanda, o governo federal anunciou que vai destinar no próximo ano (2013) R$ 11 milhões a universidades federais para que adaptem os espaços físicos e também o material didático. Afirmou também que nessas instituições, 27 cursos de graduação em Letras com habilitação em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) serão oferecidos – o que deixa previsto a contratação de 229 professores e 286 técnicos administrativos para dar suporte aos novos cursos.

Todas essas ações fazem parte do Viver sem Limite- Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que visa, através de alguns ministérios, promover a inclusão de pessoas com deficiências na sociedade brasileira.

Reprodução

_
Editado por Larissa Dias

10 comentários

  1. Boa notícia. É importante que se criem políticas públicas com vistas à acessibilidade. As pessoas com alguma necessidade especial devem, constitucionalmente, ter mais acesso a uma formação acadêmica de qualidade e estarem inseridas igualmente no mercado de trabalho.

  2. Excelente ver que a inclusão no ensino está sendo mais dignamente compartilhada entre todos.

    O número do crescimento é fantástico, 933%, isso significa um grande impacto na vida de milhares de pessoas. Finalmente as pessoas com deficiência tendo reais possibilidades de uma vida justa, além de estudo com qualidade, mesmo para aquelas pessoas com renda baixa.

    Espero que nos próximos anos o Brasil continue investindo na inclusão e na preparação adequada das Universidades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s