Plano Medalhas investirá R$ 1 bilhão para colocar o Brasil entre os 10 primeiros das Olimpíadas

Por Fernanda Renaté

A presidenta Dilma Rousseff disse nesta segunda (24) que o governo pretende ampliar o número de medalhas conquistadas pelos atletas brasileiros e colocar o Brasil entre os 10 primeiros países nos Jogos Olímpicos e entre os cinco primeiros nos jogos Paraolímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Ela lembrou que o Plano Brasil Medalhas, lançado este mês, prevê investimentos de R$ 1 bilhão nas modalidades com maior probabilidade de conquista de medalhas.

O objetivo é garantir melhores condições de treinamento para os atletas, para que eles possam se dedicar integralmente ao esporte.  Entre as novidades, está a criação da Bolsa Pódio, que vai pagar entre R$ 5 mil e R$ 15 mil por mês a atletas brasileiros de modalidades individuais que estiverem entre os 20 melhores do ranking mundial. A previsão de investimentos é R$ 690 milhões até 2016.

O Plano Brasil Medalhas também vai oferecer aos técnicos, bolsas de R$ 10 mil ao mês e cada modalidade esportiva vai contar com uma equipe multidisciplinares de apoio, formadas por médicos, fisioterapeutas, nutricionistas e psicólogos.

A notícia gerou uma divergência de opiniões. Estar entre os 10 primeiros países das Olimpíadas não traz melhorias diretas à população brasileira, por isso aparece uma nova discussão de que o investimento deveria ocorrer diretamente nas escolas e instituições de ensino superior, onde traria oportunidades a muitas outras pessoas, assim como os investimentos de outros países como Estados Unidos e China, sempre presentes nas primeiras colocações dos Jogos Olímpicos.

_

Editado por Natália Beraldi

37 comentários

    1. Sim Mariana,
      é uma forma de se prevenir da vergonha pelo menos nas colocações dos jogos, agora será que a infra-estrutura, trânsito, segurança também está sendo pensado?

    1. Muito legal sua colocação, investir em esporte realmente é preciso, porém além disso temos que nos preocupar não só com a ”vergonha” no ranking dos jogos, mas em tudo que englobará a realização dos jogos, assim como a Mariana Félix comentou, segurança, aeroportos, etc.

  1. Muito bom a presidenta se preocupar com o número de medalhas conquistadas nas seguintes olimpíadas, porém, a Dilma está querendo apenas melhorar onde lhe convém e é mais fácil, apenas para melhorar a imagem do Brasil no exterior. Esporte não mata a fome de quem precisa, não dá educação e nem saúde aos que necessitam e nem mesmo trás benefícios ao país, sendo que esse dinheiro que será investido é nosso, cidadãos brasileiros. Acho muito bom o incentivo ao esporte, mas melhor que isso, o incentivo ao desenvolvimento cultural e sócio-econômico são primordiais, dada a situação atual do Brasil.

  2. Como qualquer outro profissional esses atletas merecem remuneração,já era tempo de nosso governo reconhecer o esforço e dedicação de quem mesmo sem investimento e infra-estrutura acreditou,treinou e conquistou nas olimpíadas.

  3. E mais uma vez o Brasil mostra porque está atrás dos países desenvolvidos, não só nas olimpíadas, porém na mentalidade. Um investimento absurdo em uma conquista que não modificará a triste realidade social na qual nos encontramos. Indignada.

  4. Embora eu também acredite que o governo deva investir muito mais em educação e até na formação esportiva nas escolas, deva investir em atualização profissional das equipes de saúde, entendo que tenha optado em investir na copa pq sabe que a copa vai fazer a economia girar mais ainda no Brasil, gerar ter muito investimento, gerar emprego. Com certeza a Dilma está olhando lá na frente, coisa que nós ainda não conseguimos fazer, olhamos apenas para o cenário atual. Ela é muito estratégica e tem todo meu respeito.

  5. INVESTIMENTO DE 1 BILHÃO ? ACHO QUE INVESTIR UMA BOLADA DESSA EM UM PROJETO CRIADO APENAS PARA APERFEIÇOAR ATLETAS, VISANDO BUSCAR UMA MELHOR COLOCAÇÃO NO QUADRO DE MEDALHAS DE UMA OLIMPIADA NA QUAL O BRASIL TEORICAMENTE NÃO PODERIA FAZER FEIO .
    É MUITA ESPERTEZA EM DONA ”DILMA”.O BRASIL PRECISA SIM INVESTIR UMA PARTE DESSA GRANA EM PROJETOS QUE PRIORIZAM ATLETAS REVELADOS EM ESCOLAS E UNIVERSIDADES COMO FAZEM E.U.A E CHINA .

  6. Acredito que todo esse dinheiro deveria ser investido de outra forma para que mais pessoas sejam beneficiadas, pois seria muito mais interessante e gratificante alcançar esse plano por meio de consequência do que como um objetivo. Não que isso não ajudaria o país, claro, mas existem outras formas mais diretas e além disso, outras prioridades.

  7. As potências olímpicas investem no esporte escola e universitário é de lá que sai os grandes talentos, acham que é só aumentar o salário e os atletas viraram os primeiros do mundo… Para que o Brasil tivesse condições de ser uma potência olímpica deveriam a 8 anos atrás começar a investir no esporte de base, dando toda a infra-estrutura necessária, salários descentes e incentivar os brasileiros a assistirem e praticarem outros esportes que não seja o futebol, assim como pressionar as emissoras tipo Globo a divulgarem outros esportes…

  8. O Brasil precisa mesmo investir na educação, entretanto, investir no esporte também é de grande valia.Talvez, não fosse necessário investir numa bolsa pódio que só irá privilegiar aqueles que ficarem entre os 20 do ranking mundial, e sim, fazer um investimento para incentivar o esporte em âmbito nacional. Pois, sabemos que o esporte traz benefícios para os atletas, não somente físicos. O que mais se houve falar, principalmente nas áreas menos favorecidas, é que o esporte dá a oportunidade de futuro e faz com que muitos fiquem longes das drogas.

  9. Eu gosto da idéia, pois ao investir em outras modalidades vai gerar patorcinios, muitas crianças que antes não tinham nenhuma possibilidade alem de futebol, poderão crescer em outros esportes, acredito que investir em educação e saude, seriam prioridades no Brasil…e ja seriam tambem de ajuda no pódio…pois tudo esta interligado, não tem como melhorar um setor em que se faça algo no outro…mas é ilusão achar q mesmo com investimento nos torne entre as 10 primeiras potências…acredito se utilizarem essa verba com pagamento a arbitros e juizes…ai é capaz…ser uma potencia leva decadas. e não será em 4 anos.

  10. Falar o que de um país que prefere investir em “medalhas” pra ficar com uma imagem de um país de campeões la fora?

    Quanto a educação, segurança e saúde no nosso país é um lixo!

    Se queremos mais educação para nossos filhos, pagamos escolas particulares.

    Se queremos mais segurança para nossa família, investimos em câmeras, vigias, cercas elétricas e / ou condomínios fechados.

    Se queremos uma atendimento melhor nos hospitais, pagamos convênios caríssimos que muitas vezes também não são bons.

    Ou seja, para nossas melhorias pagamos sempre mais, fora os milhões de impostos que já estão incluso em tudo que já compramos/pagamos.

    Já para as “medalinhas” libera-se 1bilhão de reais.

    FALAR O QUE DESSAS PESSOAS QUE COMANDANDO ESSE PAÍS?

    TOMANOCUMESMO!

  11. O governo poderia, pelo menos, dividir essa quantia. Parte iria para o investimento nos esportes e a outra parte para a educação e saúde. Talvez possam dizer que ficaria “meia boca”, que nem os esportes e nem a saúde ficariam bons, mas é melhor do aplicar todo o dinheiro em algo que trará basicamente só prestígio ao país, enquanto milhares de pessoas estão precisando de atendimento médico, por exemplo. Ótimo texto, Fernanda.

  12. Nossos atletas estavam precisando desse apoio, mas esse investimento não deveria ficar limitado a algumas modalidades. E é necessário o incentivo e investimento ao esporte dentro da escola para formar bons atletas no futuro.

  13. Isso é muito bom, pois precisamos valorizar mais essas pessoas no esporte, hoje em dia no Brasil só se fala de futebol, olha só esses atletas mostrando uma coisa linda, ficando felizes a cada hino que é tocado pelo primeiro lugar, isso sim é ser brasileiro, vamos incentivar quem pode chegar mais longe.

  14. Investir em esportes nunca será um mau investimento. Mas tem que ser bem distribuído e analisado corretamente. O governo não tem que aumentar os sálarios dos esportistas e sim incentivar, ampliar e melhorar as condições de treinos em outras modalidades esportivas (não só o futebol). E principalmente incentivar estudantes universítarios, com bolsa auxílio para universitários e estudantes em geral, como faz os EUA.

  15. Acredito que esse investimento alto para os esportes é importante sim, mas para nós brasileiros não seria a prioridade no momento. A Dilma está mais preocupada com a imagem que o Brasil terá la fora, caso nós formos mal na próxima Olimpiada que será sediado aqui mesmo. Só que esquece das pessoas passando fome, filas intermináveis dos hospitais, trabalho escravo, etc.
    Mas volto a dizer, esse investimento é importante, e para o bem da nossa nação, espero que haja investimento como esse nas “áreas” em que pessoas precisam de verdade.

  16. Bom, acho válida qualquer tentativa de estimular o esporte nacional… mais pagar tudo isso pra 1 pessoa só, por mês, é tenso.Acho que a Dilma jah ta começando a fazer caca… acho que ela deveria incentivar os esportes nas escolas assim como fazem os norte americanos … se a pessoa vai mal nos estudos é cortada do time por exemplo… impossível é: o Brasil é pelo menos 2 vezes maior que os Estados unidos … e lá as pessoas tem o suporte necessário pra atuar no setor que se da melhor… aqui temos também o triplo de gente que é excelente no que faz, só que somos todos desvalorizados e sem incentivo pra continuar… assim não rola mesmo neh =/

    1. Muito bom seu comentário, acredito também que os investimentos deveriam ocorrer diretamente em escolas seguindo o modelo norte americano, onde a pessoa não necessariamente deve ir bem apenas no seu esporte praticado assim como deve ir bem nas matérias. Assim se ele gostar mesmo do esperte, não deixa de se dedicar aos estudos!

  17. Uau, isso mudará tudo! Quando o Brasil vai parar de sonhar com metas sem sentidos e começar a investir de forma realmente eficaz tanto no desporto quanto na educação?

    Eu não sei quem a Dilma quer impressionar lá fora, mas enfim, tá na hora de realmente começar a fazer alguma coisa por esse país… ganhar mais medalhas não vai mudar o quadro miserável em que o Brasil se encontra, agora utilizar o esporte como maneira de tentar tirar jovens da rua e traze-los para as escolar que por sua vez precisam de uma reestruturação urgente também, isso fará com que os resultados na medalhas mudem também… mas para que se preocupar a longo prazo, não é? o mandato só dura 4, no máximo 8…

    1. Sim com certeza, o investimento no esporte pode fazer com que crianças e jovens procurem sair das ruas, das drogas, da violência.
      Muito bem colocado Rafael.

  18. Nossa pessoal esses investimentos só mostram que o governo tem muito dinheiro que pode ser destinado a essas outras coisas
    Estou muito orgulhosa de você minha filha, parabéns

  19. Sucesso no esporte leva tempo, leva muitos anos… Um bom atleta começa quando ainda é criança. O Brasil deveria se preocupar em investir em uma geração inteira, e não esperar fazer milagre em apenas 4 anos. –‘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s