Mídia influencia os espectadores, aponta estudo

Por Marcela Munhoz

A mídia ajuda a ditar o padrão de beleza atual

Um estudo alemão publicado recentemente na revista “Human Brain Mapping”, diz que ver corpos magros faz o cérebro se adaptar e passar a tê-lo como referência. Ver sempre o conceito de beleza relacionado ao corpo magro nas mídias, sendo tratado como usual, faz com que as pessoas se acostumem com aquela imagem e se achem feias, mesmo que inconscientemente.

Segundo o estudo, a adaptação do cérebro é sensorial e não racional, pois acontece em uma das primeiras regiões do córtex cerebral, responsável por assimilar a forma corporal.

Para realizar a pesquisa, os voluntários emagreceram até 6kg por meio de computação gráfica. Ao visualizar por alguns minutos a própria silhueta alterada, o córtex cerebral dos voluntários convenceu o resto do cérebro que a imagem real do corpo estaria acima do peso. Logo, um desfile de modas transmitido pela mídia convenceria ainda mais as espectadoras a acharem seus corpos fora do padrão – conclui o estudo.

Editado por Danilo Pessôa e Caroline Dias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s