Campineiros aprovam 8º Festival do Japão

Campinas sediou o oitavo festival do Japão no Instituto Cultural Nipo-Brasileiro. O prefeito da cidade, Pedro Serafim, participou da abertura do evento que reuniu cerca de 20 mil pessoas nos dias 9 e 10 de junho. O festival contou com música, dança, artes marciais, exposições de produtos japoneses e uma praça de alimentação com diversas tendas da culinária oriental.

Praça de alimentação do festival: pratos típicos chamaram a atenção do público

A enfermeira Fernanda Cintra, 38 anos, foi até o evento acompanhada do namorado que é descendente de japoneses e adorou a festa.“Eu já moro em Campinas há doze anos e nunca tinha participado do evento. Como meu namorado é descendente, estou achando tudo muito bom, a cultura deles é excelente, se eu pudesse, comia a sushi todos os dias. Se pudéssemos incorporar algumas coisas como paciência, gentileza, organização e educação na nossa cultura com certeza a cidade poderia ser um pouco melhor”, afirma Fernanda.

O empresário Paulo Fraga, 28 anos, percebeu a proximidade dos campineiros com a cultura oriental e também os reencontros entre as gerações de descendentes japoneses. “Entendo que é muito importante esse tipo de evento, porque reúne a comunidade japonesa em geral e existe uma proximidade deles com eles mesmos. Pude presenciar aqui muitos amigos se reencontrando ou até pessoas que só se veem em eventos desse tipo. Mas sinto ainda uma falta de divulgação por parte da cidade, se atingisse à mais pessoas o espaço iria se tornar pequeno”, conta Paulo.

Na opinião do engenheiro químico Carlos Anazawa, 38 anos, o evento é uma maneira de transmitir aos presentes uma forma que os japoneses cultuam as suas crenças. “Com certeza esse evento traz para o público uma maneira de se cultuar a cultura japonesa, mantendo as tradições que são passadas de geração em geração, trazendo benefícios para a comunidade japonesa e para Campinas, também. Esse ano, o local está trazendo muitas novidades, através dos produtos nipônicos para o público que prestigia esse evento”, destaca Carlos.

Além da presença dos moradores de Campinas, o festival reuniu caravanas de cidades vizinhas como Jundiaí, Atibaia, Sumaré, Valinhos, Bragança Paulista, Vinhedo, Itu e da capital São Paulo.

 

Editado por Gabriela Rossi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s