Cadeias da RMC estão superlotadas

Marcelo de Barros

A população carcerária brasileira, conforme dados de dezembro de 2011, do Sistema Integrado de Informações Penitenciárias, (Infopen), é de 514.582 presos. Uma média de 269,9 presos para cada 100 mil habitantes. A jornalista Cláudia Antunes, do Jornal Folha de S. Paulo, em 25/03/2012, divulgou que 1 a cada 262 adultos está na cadeia. O estado de São Paulo tem 149 unidades prisionais, com de cerca de 185 mil presos,  que representam 35% em relação ao índice nacional, que superam a capacidade prisional do estado.

As unidades prisionais do estado estão divididas em: Unidade de Segurança Máxima, em Presidente Bernardes, com Regime Disciplinar Diferenciado, sistema de celas únicas. Penitenciárias de regime fechado, Centros de Detenção Provisória, centros de Ressocialização, com regime misto, (semi-aberto, fechado e provisório, que aguarda julgamento), Progressão Penitenciária (semi-aberto) e Instituto penal Agrícola e Hospitais. A Região Metropolitana de Campinas (RMC) abriga 5 unidades prisionais mais o Complexo carcerário de Hortolândia, (PI, PII, Centro de Detenção Provisória e Centro de Detenção provisória III).

Os crimes com maior número de presos no estado paulista são cometidos contra o Patrimônio, entre eles, furto simples (14.220), estelionato (2.791) , roubo qualificado(40.595), por exemplo, com um total de  112.942 casos , conforme dados de dezembro de 2011 do Infopen. Enquanto, os crimes praticados contra a Administração Pública, com agentes públicos e políticos envolvidos (corrupção passiva, (12) peculato(152) e concussão e excesso de exação (15), tem apenas 179 pessoas presas.

As cadeias da RMC estão superlotadas, com capacidade total de 4904, conforme dados da Secretaria de Administração Penitenciária, em julho de 2011 e contam com uma população carcerária que ultrapassa 11.200 presos. Ou seja, 228% acima da capacidade prisional.

Confira com o Digitais, a quantidade de presos em relação à capacidade das prisões da RMC:

Sistema Penitenciário na RMC

Siglas: CDP – Centro de Detenção Provisória, P – Penitenciária, CR – Centro de Ressocialização, CPP – Centro de Progressão Penitenciária.

Editado por Artur Vergennes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s