Impedimentos na doação de sangue não afetam estoque

José Guilherme Silveira

Jose Guilherme Silveira
Carlos Henrique durante doação no Hemonúcleo de Piracicaba

As restrições impostas aos doadores de sangue não influenciam nos estoques dos bancos de sangue. Segundo a assistente social responsável por realizar as entrevistas com os possíveis doadores, Eliane Camossi, o Hemonúcleo de Piracicaba não sente os impactos das restrições. De acordo com ela, a maioria dos doadores está acostumado com o procedimento e a sinceridade é essencial para uma boa doação. Mais de metade das doações são reincidentes, feitas por pessoas que já doaram outras vezes. “Quem quer doar geralmente já conhece os procedimentos, então é raro termos que recusar material ou um candidato”, afirma Eliane Camossi.

Os motivos que impedem a doação de sangue são definidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Doenças graves impedem o indivíduo de doar sangue permanentemente, como AIDS, Câncer, doença de Chagas e Malária. Quem já foi submetido a transplante de órgãos também. Algumas doenças impedem temporariamente a doação, como Toxoplasmose (seis meses a um ano após a cura), dengue (4 semanas), Catapora (3 semanas), rubéola (2 semanas), gripe e conjuntivite (uma semana).

O ponto mais polêmico é em relação aos chamados “comportamentos de risco”. Alguns deles impedem a doação permanentemente, como o caso de homens que tenham tido relações sexuais com outro homem.

O doador deve ficar um ano sem doar sangue se manteve relações sexuais com prostitutas, com portadores de HIV, com usuários de drogas intravenosas, ou com pessoas que tenham feito transfusão de sangue. “É o prazo para o vírus, de doenças contagiosas como a AIDS e a Hepatite, se manifestar”, diz Eliane. Tatuagens, piercings e o uso de drogas injetáveis podem levar ao desenvolvimento da Hepatite, doença que não tem cura. Segundo Eliane, a Hepatite também pode impedir a doação caso tenha tido relações sexuais ou resida com alguém que possui a doença.

Para obter todas estas informações sobre um possível doador é feita uma entrevista que dura cerca de vinte minutos. “As perguntas vão desde os dados pessoais, como endereço, idade, com quem mora, até em relação às doenças, alergias e uso de medicamentos, passando por hábitos alimentares e prática de exercícios”, diz Eliane. Ela também afirma que por se tratar de um questionário, é muito importante a sinceridade na resposta. “Isso não significa que o sangue não será submetido a exames e testes. O objetivo da avaliação é evitar a perda de tempo e material, além de tornar o procedimento mais dinâmico”, conclui.

A quantidade de doadores do Hemonúcleo de Piracicaba é grande. Eliane afirma que todos os dias são atendidos em média quatro doadores. Porém, uma curiosidade é que o exercício da cidadania muitas vezes fica em segundo plano. “É muito comum as pessoas virem aqui para conseguir folga no trabalho, mas a gente não quer só isso; a gente quer difundir a conscientização sobre a importância da doação”, explica, ao salientar que o ato está ligado a uma questão cultural. O ajudante de padaria, Carlos Henrique Magalhães, quis doar por dois motivos: “Além de estar fazendo um bem, eu ainda ganho meu dia de folga, pra poder passear à tarde”, diz. O benefício do abono por doação de sangue é garantido pela CLT. Eliane afirma que a doação não é motivo para não trabalhar: “Não há nada que impeça a pessoa de trabalhar, mas o ideal é não fazer grandes esforços por 12 horas após a doação.”

Jose Guilherme Silveira
Carlos Henrique durante doação no Hemonúcleo de Piracicaba

Quem deseja fazer doação, pode procurar o Hemocentro da Unicamp ou Hemonúcleos em Sumaré, Taubaté e Piracicaba. Os endereços podem ser verificados aqui. Existem também os Postos Itinerantes, cuja programação pode ser verificada aqui.

Editado por Artur Vergennes


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s