Casos de deportação são mais comuns entre turistas do que estudantes

Leandro Bettiol

Fazer as malas, juntar dinheiro, escolher o destino e realizar o sonho de sair do país para conhecer novos lugares e culturas diferentes. Esse é o plano de muitos brasileiros, que acaba se tornando pesadelo após uma deportação inesperada. Casos assim têm se tornado cada vez mais frequentes e comuns, principalmente em países do Reino Unido, como a Inglaterra, Escócia ou Irlanda. Mesmo indo a turismo, o fato de não ser casado e nem ter emprego fixo, pode ser a justificativa para uma deportação imediata. Segundo estatísticas, a média é que a cada noventa minutos um brasileiro seja deportado do Reino Unido, gerando um total de seis mil pessoas por ano.

Com relação aos estudantes que decidem sair do país para aprimorar os estudos, o índice de problemas como a deportação é praticamente nulo, pois normalmente levam cartas de confirmação do curso, acomodação, seguro saúde e comprovantes de renda. De acordo com a gerente da Experimento, Júlia Carvalho, empresa que realiza intercâmbios para alunos, somente no ano passado, 160 mil brasileiros saíram do país, sendo que 70 mil eram paulistanos e o Brasil é considerado um dos maiores exportadores de intercambistas do mundo, ocupando a sétima posição, segundo o relatório da Association of Language Travel Organisations.

Para se evitar problemas como a deportação, a gerente explica que países como o Canadá e a Austrália estão cada vez mais rigorosos com a comprovação da renda e deve-se ficar atento a isso. “Verificamos se o estudante tem renda, trabalha ou estuda e tem um responsável financeiro”. Com relação aos vistos negados, Júlia afirma que na filial em que trabalha localizada dentro da PUC-Campinas, o total é de menos de 5% ao ano, justamente por escolherem escolas certificadas e conhecidas.

Leandro Bettiol
Professor deportado da Inglaterra mostra passaporte com o carimbo de recusa

Para quem passou pela experiência traumática da deportação, apenas fica a sensação de impotência diante das autoridades inglesas, que nem ao menos dão o direito de argumentação aos estrangeiros. “Mesmo portando todos os documentos necessários, como cópia da conta de luz, do extrato bancário, do passaporte, carta convite e de apresentação do amigo que me receberia lá, além de uma boa quantia em euros e passagens ida e volta, nada foi suficiente para comprovar que eu apenas estava indo a passeio”, lamentou o professor de língua estrangeira, Claudinei Sacchi.

Logo que desembarcou no aeroporto, no fim de março deste ano, o professor foi revistado na frente de todos e teve de entregar suas malas, celular, agenda telefônica e outros pertences. “Parecia que tudo o que eu tinha era motivo de perigo e ameaça para os oficiais britânicos”, contou. Sem o celular, Sacchi não pode fazer contato telefônico com familiares e o amigo que o aguardava, gerando preocupação e desespero aos que estavam sem notícias.

Após passar toda a madrugada em uma sala sem saber os reais motivos para toda aquela situação, Sacchi foi avisado de que seria deportado, seguindo viagem no primeiro voo para o Brasil. “Fui escoltado até o avião por dois oficiais, filmado, fotografado para os arquivos e também marcaram meu passaporte com um símbolo de ilegalidade, tudo isso sem nenhuma explicação sequer”, disse.

Ouça aqui um trecho do depoimento do professor Claudinei Sacchi:

Resposta:
Em contato com a Polícia Federal de Piracicaba, o professor foi informado de que não cabem maiores ações com relação ao órgão, mas que poderiam emitir outro passaporte para que não fique marcado com o carimbo de recusa. Mesmo assim, deverá ficar um tempo sem viajar para a Irlanda, Escócia ou Inglaterra, países que formam o Reino Unido, já que foi filmado, fotografado e seus dados arquivados.

Já o Consulado Brasileiro em Londres pediu que Sacchi lhes enviasse dados pessoais e referente ao aeroporto que desembarcou, afirmando que farão contato com os oficiais no aeroporto assim que receberem todos os itens solicitados, para tomarem todas as ações e medidas necessárias.

Editado por José Guilherme Silveira

79 comentários

  1. Quero agradecer pela matéria feita a respeito de deportação de brasileiros. Estou indignado com a falta de respeito pelos oficiais britânicos com relação aos brasileiros inclusive pelo fato de eu ser aluno do professor Sacchi e não admitir ser tratado dessa maneira tanto ele bem como qualquer um de nós cidadãos do Brasil.
    Que o Consulado do Brasil possa fazer algo neste respeito.

    1. Lo que paso con claudinei Sacchi es lo que acontece cada vez que un brasileiro sale de su pais en busca de diversion o en busca de una nueva vida, es totalmente denigrado, violentado,humillado,no es posible que a estas alturas se sigan dando este tipos de injusticias y violaciones a los derechos humanos, todos somos seres humanos y nada nos da el derecho de hacer sentir mal a las demas personas por tener diferente nacionalidad, por eso seria genial que si alguna autoridad pertinente viese este sitio web tomara cartas en el asunto para que este caso no quede como todos los otros casos impune.
      No hay que darnos por vencidos y siempre hay que luchar por nuestros ideales y defender nuestros derechos que los adquirimos desde el vientre de nuestras madres.

    2. É de fato motivo de Indignação e de desrespeito para com pessoas de bem, ser tratada como marginais, principalmente por ser brasileiros, quando em viagens internacionais. O direito de ir e vir é universal e qualquer violação dessa liberdade, quando exercido de forma arbitrária e unilateral, não pode ser aceito. Fica aí meu protesto de Indignação sobre a deportação do prof. Sacchi, pessoa de bem, prof. de linguas, inclusive ingles britanico, e que durante as aulas sempre se referiu aos britanicos de maneira respeitosa.

      1. Não há direito de ir e vir internacionalmente. Leis de imigração são diferentes: o cidadão é considerado culpado até provar o contrário, e o ônus da prova é do cidadão, não da imigração.

        Infelizmente é assim, então se não é uma pessoa importante o melhor é não tentar viajar para países desenvolvidos, porque não há garantia de entrada ou de respeito a quaisquer direitos civis. A pessoa que viaja não tem direito por lei a advogado, contato com família ou amigos, banho ou liberdade.

  2. Fiquei chateado com o ocorrido, porque eu encontro muita falta de respeito nós brasileiros termos que passar por essa humilhação. Algo dever ser feito. Os oficiais são muito arrogantes e não deveriam agir assim. Gostaria de saber se alguma autoridade tanto brasileira como britânica farão algo a favor do professor Sacchi. Ele é nosso vizinho e merece respeito assim como qualquer cidadão. Muito boa a materia. Assuntos internacionais que merece nossa atenção.

  3. Primeiramente elogio a matéria tao informativa para nós. Ela esta chamando atenção sobre a falta de respeito pelos oficiais britânicos com nós brasileiros. eu gostei muito desse artigo. Sou aluno do professor Sacchi e o conheço a muito tempo e lamentavelmente esse ocorrido nos deixa chateado. Aguardamos que algo possa ser feito. Soubemos pessoalmente sobre o que ele passou de humilhação dentro do departamento de imigração. Oh My God!!! isso não deve ocorrer jamais.

  4. Gostaria de elogiar a matéria bem apresentada senhor Bettiol. Eu pretendia fazer um intercambio cultural na Inglaterra mas com esse ocorrido deixou duvidas se vale a pena visitar um pais que não respeita os turistas. Lamento muito o que aconteceu com nosso professor e com os demais brasileiros que já passaram por essa cruel situação.
    Estou estudando inglês com o Mr. Sacchi porque eu pretendia fazer Artes Cênicas no Reino Unido porem toda essa situação me obriga optar por outro pais. Nos resta duvida se algo sera feito a favor de vitimas deste preconceito por sermos brasileiros. Parabéns pela matéria…algo de muito interesse nos dias atuais.

  5. Já estar na hora do governo brasileiro para com essa mania de boa convivência e fazer o mesmo com quem vem ao nosso país desfrutar de nossas maravilhas naturais e de nossas festas populares.
    Chegam aqui, bastam mostrar passaport, ser estrangeiro, ter grana pra gastar e fica tudo bem. Só que lá fora, brasileiros mesmo mostrando tudo que é necessário para entrar em outro país, se torna algo a ser investigado, brasileiros honestos é claro!!! Porque traficantes parece que tem passe livre.

    1. Isto foi o que aconteceu:

      No dia 20 de março de 2012 eu estava com todos os documentos em mãos ao desembarcar no aeroporto de Londres: uma carta de convite e apresentação de meu amigo anfitrião, copia do passaporte de meu amigo que mora em Manchester, copia de sua conta de luz, residência, copia do extrato bancário dele, com telefones e tudo. Eu tinha na minha carteira um montante em euros e mais meu cartão internacional carregado em libras. Tínhamos as passagens de ida e volta, uma copia de minha conta bancaria também. Mas ao chegar ao balcão de apresentação, um dos oficiais ao reconhecer o passaporte brasileiro, “puxou” rudemente de minha mão. E acionou outros oficiais para me levarem a uma sala. Tive que entregar todas minhas bagagens e passaporte. Pediram para eu retirar o sapato, e fui revistado diante de outros oficiais, não me permitiram indagar nada quando tentei perguntar o que estava ocorrendo. Dava-se para notar a cara de satisfação desses cruéis e bárbaros oficiais.
      Logo após, fui levado para uma sala imunda e desarrumada, que para um padrão de um país de primeiro mundo encontrei ridículo, pois os computadores deles eram antigos e lentos, pois levou tempo para registrarem todas as minhas pressões digitais, fotos. Fui obrigado a ser filmado e fotografado. Recolheram minha mala, meu celular, agenda, ate mesmo minha caneta do bolso e meu colírio. Tudo era motivo de perigo e ameaça para eles. Não permitiram que eu ficasse com celular nem mesmo para poder me comunicar com meus amigos que estariam lá no aeroporto aguardando nossa chegada. É obvio que com o celular em mãos, eles correriam o risco de serem filmados.
      Depois de tudo isso, fui encaminhado para outra sala ás 5 da tarde. Começam a revirar minha mala. Conferiram os presentes que eu estava levando para meus amigos, minhas roupas, examinaram ate minha agenda pessoal. A mala era típica de quem é turista, nada indicando como se eu quisesse morar lá ilegalmente ou que fosse um criminal como certamente supunham. O oficial deu um ok pra mim afirmando que a mala estava perfeita. Ele conferiu todo dinheiro e disse que era uma quantia boa. Quando o oficial estava vasculhando minha bagagem passou um oficial (mulher) e perguntou para ele se estava com muito trabalho aquele dia. Assim que ele respondeu que tinha muitas malas de brasileiros para confiscarem, ela soltou um sorriso e disse: “Oh. it is very nice! Good job! A estupida não sabia desde então que eu entendo inglês, inclusive o oficial ficou sem graça por que ele notou que eu entendi o sarcasmo dela.
      Interessante que não se observava nem uma atitude de gentileza em tudo o que eles faziam apesar de eu mostrar todo o tempo cortesia e o devido respeito.
      Pediram-me para eu descrever a acomodação que eu iria ficar.
      Queriam saber como é o quarto, tamanho, cor, tudo. Achei o máximo serem tão IGNORANTES perguntar isso se eu estou indo a primeira vez no país deles visitar pela primeira vez meu amigo lá. Que falta de discernimento tão grande perguntar coisas tais como essa. De toda forma eu respondia tudo com gentileza para não piorar a situação.
      Também invocaram pelo fato de eu ser solteiro, não ter filhos e morar com meus pais aqui no Brasil.
      Isto porque eu tinha dito que a casa que eu moro é a minha própria. Só me restava agora eu levar a escritura de minha casa para o exterior para provar a qualquer canto que tenho uma casa!
      Como se não bastasse e sem encontrar argumentos, agora queriam saber quanto meu amigo ganha o nome da Universidade que ele estuda o que ele exatamente faz no seu trabalho. Perguntas que para um país como a Inglaterra encontro total falta de ética querer saber o salário de outra pessoa. Nem mesmo aqui no Brasil temos o costume de perguntar para familiares sobre isso, como eu faria isso com meu amigo? Que falta total de delicadeza por parte desses oficiais.
      Seguiram varias perguntas banais para confundir tanto eu bem como a minha aluna que me acompanhava. Eles voltaram e disseram que o endereço não existia. E me chamaram de mentirosos.
      Depois de tempo de espera, deixaram-me numa sala fria e suja e me ofereciam algo para comer, ou seja, um lanchinho que me neguei a comer aquilo, pois não estava com animo para comer nada.
      Quando anoiteceu novamente veio o oficial para informar que eu era MENTIROSO, que não havia nenhum amigo morando naquele endereço. E que se somos amigos há tantos anos eu deveria saber quanto ele ganha e como era a acomodação que eu ficaria na casa dele. Trouxeram um cobertor sujo e um travesseiro imundo para eu deitar no sofá que havia numa sala escura e suja. Foi horrível esta noite que jamais me esquecerei.

      As 06h30min da manha no outro dia.
      Apenas me informaram que eu seria DEPORTADO no primeiro avião com destino ao Brasil. Não me deixaram seguir viagem a outros países que tínhamos planejado. Fui escoltado por mais dois oficiais ate a entrada do avião como se fosse um marginal, um criminoso. Pense na classe de tratamento esses britânicos dão aos turistas que pensam em visitar o pais com toda alegria e entusiasmo. Até mesmo marginais e criminosos tem muitas vezes direito a fazer uma chamada telefônica, mas foi retirado o celular de mim. E isso foi terrível, porque quando meu amigo que mora lá não nos encontrou, no segundo dia ligou ao Brasil para saber se tínhamos embarcado. Isso causou um desespero enorme aos nossos familiares, pois para eles já estaríamos passeando na Inglaterra.
      Eu viajei todo o tempo com febre dentro do avião sem saber mais nada aluna, e graças à gentileza das comissárias da Holanda que me atenderam bem eu fui medicado dentro do avião.
      Três dias sem banho, e ainda querendo que eu comesse aquela comida deles. Todos meus amigos, tanto da Inglaterra bem como do Brasil, não tinham respostas nossa todo esse tempo, pois é obvio porque os oficiais britânicos haviam retirado as nossas agendas, nossos celulares. Pensem por favor, no transtorno que causou tudo isso ate mesmo aos nossos familiares aqui no Brasil, uma vez combinado que iriamos fazer uma ligação assim que chegássemos ao Reino Unido. Nosso amigo anfitrião não sabia o que estava ocorrendo.
      O que mais me revolta e magoa, é que toda essa rude atitude dos oficiais sem ao menos nos dar uma satisfação, e todas as vezes que eu tentava perguntar eles não respondiam. Eu sou professor de inglês a mais de 28 anos e sempre indiquei o Reino Unido a meus alunos para turismo e intercambio, atualmente tenho toda minha opinião mudada, que decepção e vergonha, não quero jamais que nenhum de meus alunos ou amigos passem por isso nesse dito pais.
      O Reino Unido esta quebrando o código dos direitos humanos.
      Eu sou professor de língua estrangeira. Já trabalhei no aeroporto de Santiago no Chile, trabalhei como guia de turismo e estive em vários países, inclusive na Dinamarca, Suécia, Alemanha e França onde passei mais de um mês e fui tratado com muita dignidade e cordialidade. Os oficiais britânicos viram todos os meus vistos europeus no meu passaporte.
      A revolta não é ter sido barrado na imigração, aquilo para mim não é tudo, uma vez que eu já conheço muitos países e me considero feliz. Sem deixar de mencionar que nossa economia brasileira esta deixando eles para segundo plano. Porém, me deportarem por motivos NADA concretos NÃO ADMITIREI mesmo! Eu poderia ter seguido viagem à França, voltar novamente a Amsterdã e também e usar todo meu dinheiro e dias de férias, mas parece que para o prazer dos oficiais, somente submeter os brasileiros a humilhação não foi o suficiente, mas sim deportarem ao pais de origem e ainda dando um sorriso de satisfação ao nos deportarem.
      Jamais me esquecerei dessa horrível, dessa total falta de respeito a nós cidadãos brasileiros. Graças ao apoio que estou recebendo de muitos amigos tanto do Brasil bem como de outros países estamos determinados a levar isso a conhecimento publico. Estaremos alertando em todas as partes desde aeroporto, agencias de viagens bem como já esta na internet que o Reino Unido esta quebrando o código dos direitos humanos. E eu gostaria que no mínimo o Consulado levasse a conhecimento deles, da humilhação que passamos, e que nos intimidam não de abrir nossa boca enquanto estamos na terra deles, porem aqui, nada nos impedirá de relatar, de contar a todos o que estão fazendo no secreto contra a nossa moral lá dentro do Home Office.
      Desculpem-me o tamanho do relato, mas ainda esta resumida em comparação com o que esta sendo divulgado na internet, pois seguirei enviando a todos ate eu obtenha uma resposta satisfatória que medidas foram tomadas a serio contra os oficiais corruptos do Reino Unido. Digo corruptos por que eles usaram de má fé conosco, não foram fidedignos com as entrevistas, foram desleais e preconceituosos desde o momento que perceberam que somos brasileiros.
      Eles aproveitaram do cansaço emocional de 16 horas de voo ate a Holanda e mais o voo ate o Reino Unido. Fizeram muita pressão, eu fiquei sem ver a minha aluna ate o chegarmos no Brasil. Após três dias que cheguei ao Brasil recebi minha bagagem em casa adulterada, revirada, suja, pois eles a extraviaram para Amsterdã. Violaram a mala, minha agenda pessoal. Apresentei-me a Policia Federal do Brasil e gentilmente fui ouvido e me propuseram a emitir um novo passaporte. Fui muito bem tratado e atendido aqui no Brasil.

      1. Nossa, li sua historia e desculpa lhe dizer, mas para um professor de ingles (meu teclado nao tem acentos) seu texto é muito longo e prolixo. Isso nao vem ao caso, passei pela mesma situaçao, e como se nao bastasse eles me mandaram de volta a Italia e apos a um comunicado de que eu estava ja excedido o visto de permanencia na Europa, eles mandaram que os italianos me expulsassem da ltalia. Fiquei muito triste e até hoje estou. Disseram-me para deixar o pais em até sete dias apos assinar a uma carta de expulsao. Acontece que esse continente esta quebrado e eu nao quero mais saber de Europa na minha vida. Um conselho, pare de indicar Reino Unido aos seus alunos, nesse pais brasileiro e bosta sao a mesma coisa. Um grande abraço a vc e sorte!

      2. infelizmente voce nao conseguirar nada alem de levar a sociedade o seu caso , por que msm q vc mande os papeis que eles devem ter lhe dado na imigracao qdo lhe deportarao , o consulado brasileiro n pode faser nada , msm se vc aranjase um advogado tb n resolviria nada , o home office nao se importao com nada disso , o que acontece e q inglaterra esta lotada de imigrantes desde que a uniao europeia resolveu abrir as portas para paises mais pobres como latvia ,poland, republica checa romania, tds essas pessoas vao direto para inglaterra , o pais esta lotado a cada esquina nao se escuta ingles , apenas outras linguas , o pais que e uma ilha esta lotado sem trabalho , e os ingleses ficao loucos e querem que algo seja feito , mas inglaterra nao tem condicoes de deixar a uniao europeia , entao faz coisas desse tipo , fica deportando pessoas que derepente ate tinhao apenas boas intencoes , ja fui a inglaterra 3 vzs inclusive ja morei ilegal por 6 anos , ia e voltava nunca aconteceu nada , depois que conheci meu marido e nos casamos ,quando fui a inglaterra sem intencao de ficar iria apenas para faser o teste de ingles para pedir o visto no rio de janeiro , iria fica apenas 20 dias , e desta vez seria apenas 20 dias mesmo, eles me deportarao , ao contrario de ficar chateado , eu achei muito engracado , das outras vezes que eu tinha ido ja morando ilegal eu passava sem problemas , e desta vez genuino nao entrei … mas enfim ea vida e pra tudo tem uma solucao so n tem jeito pra morte , mas ao contrario de voce eles nao me tratarao mau nao , forao muitos simpaticos as meninas sempres sorindo e fasendo e respondendo as minhas brincadeiras , mas enfim elas estao apenas fasendo o trabalho delas e infelizmente tive que ser deportado , mas eu estou voltando em breve , pq msm q muita gente achem os ingleses xatos eo diabo a quatro , eu n tenho nada de ruin para falar deles …

      3. Li sua história e isso já aconteceu comigo, fui em 2007 estudar no Reino Unido, minhas aulas começavam na 2 feira e cheguei no sábado. Revistaram toda minha bagagem, fizeram diversas perguntas, inclusive por que cheguei antes, expliquei que queria saber onde ia ficar e me orientar, diziam que eu era muito bonita para ser só estudante , essas coisas preconceituosas contra brasileiras. depois de passar uma noite no aeroporto fui deportada e para Portugal. Agora vivo na Europa e tenho amigos ingleses que sempre me convidam a visita los, mas prometi a mim mesma nunca por os pés nunca maus neste maldito país. tenho dupla nacionalidade e prefiro viajar para países mais ricos de cultura e se tiver que fazer algum intercâmbio de inglês , vou para os EUA

  6. Com certeza uma falta de respeito enorme com os brasileiros, sendo que nós recebemos todos os estrangeiros com a maior hospitalidade e educação. Talvez seja um aviso de que, ao invés de sermos vistos como hospitaleiros, na verdade somos vistos como tontos lá fora. Se isso continuar desse jeito, nós teremos que mudar o jeito de tratar esses estrangeiros, nao só barrando eles nos aeroportos, mas também tratando com arrogância aqueles que conseguem entrar, da mesma forma que somos tratados lá no país deles. Quem sabe assim eles nao começam a nos tratar melhor…

  7. Parabééns pela matéria interessante. É imprescindivel que todos saibam da ação RIDÍCULA desses paises mesquinhos. Conheço o professor Sacchi, fui aluna muito tempo e sei que é uma pessoa de bem e que nao deve nada a ninguém. Ele, como professor, iria a esse país com o intuito de APRENDER para repassar o conhecimento aos alunos, divulgando nova cultura e aprimorando o conhecimento. Mas ao se deparar com uma situação dessa, acho importante repensarmos o que é ser um país bem sucedido. É nessas horas que eu tenho mais orgulho de ser brasileira, que mesmo com os muitos problemas, respeita e dá valor ao turismo e intercambio. Que a justiça seja feita e que isso nao ocorra mais.

  8. Realmente é uma falta de respeito com uma pessoa honesta que sai à passeio e é submetido a esse tipo de humilhação, espero que esse tipo de abordagem seja avaliada, para que possamos ter uma imagem melhor desse país.E que o consulado do Brasil tome alguma providencia .

  9. Pra ser sincero, eu não esperava que a situação estaria deste jeito no Reino Unido, a julgar pelo momento delicado que a economia europeia vem passando.
    No entanto, acredito que talvez seja este o motivo pelo qual brasileiros e outros imigrantes têm passado. Com a realização dos jogos olímpicos, os países que integram o Reino Unido (principalmente a Inglaterra) receberão um grande contingente de turistas e pessoas dispostas a trabalhar durante os jogos devido a grande circulação de capital que o país terá. Por este motivo, acredito que para evitar esta situação, medidas estão sendo tomadas a fim de manter a renda dos eventos dentro do produto interno do país.
    Não quero de forma alguma apoiar tais medidas, pois acredito que o “filtro” é um tanto rígido demais, que causa uma revolta nos turistas, prejudicando o acúmulo que será agregado com a participação dos turistas na economia do país.
    Esperamos que o consulado avalie medidas mais plausíveis para realizar a seleção de quem é realmente turista ou estudante, de quem quer apenas embarcar com o bom momento que os eventos podem proporcionar para este indivíduo.
    Abs!

  10. Isso é uma vergonha para nós brasileiros, saímos do nosso País para visitar uma cultura diferente e ver coisas novas e é assim que nós somos tratado, realmente fico indignado com isso, nunca que eu ia esperar que isso ia acontecer……
    os Britânicos estão agindo de forma errada, isso é uma humilhação para qualquer pessoa, no dia 1 de Abril fui no show do Co-fundador do Pink Floyd, Roger Waters e no show ele homenageou o Jean Charles, morto no Reino Unido, disse que os Ingleses estão agindo de forma errada e que por ser Britânico esta com vergonha do seu País…… Será que esta nascendo um Ditador? ou será que nós brasileiros não somos pessoas dignas de não poder ir ao Pais deles?….
    Sacchi, fico realmente muito triste de saber que aconteceu isso com você….
    Abraço.

    1. Muito bom o que voce postou também, infelizmente esta é a situação. O Reino Unido esta envergonhando a Europa!

  11. Acho inadmissível que um cidadão, com direito de ir e vir, idoneo, cumpridor de seus deveres, não tenha o direito de permanecer num pais, já que ele conseguiu um visto em seu passaporte para viajar.

    Discordo que o governo brasileiro tem que agir igual aos britanicos, pois estariamos em desacordo também, infringindo as normas do Código dos Direitos Humanos e perderiamos o direito de demonstrarmos nossa indignação com o ocorrido com Prof Sacchi.

    Acho que as autoridades competentes devem olhar com mais carinho e atenção ao ocorrido, para que mais brasileiros não venham a sofrer uma humilhação desse tamanho, fora de sua pátria.

    Fica aqui minha opinião e indignação.

  12. Nossa, fiquei muito triste com isso tudo, não precisava resolver esse assunto com atitudes tão rudes da parte dos oficiais…
    Na minha opinião todo o cidadão deve conhecer e visitar sim outras culturas, principalmente, professores que tem o objetivo de ensinar e compartilhar diferente experiência vivida em outros países aos nossos futuros cidadãos. A aula fica muito mais interessante e legal quando seu professor tem algo diferente para contar, é incrível como todos prestam atenção e querem saber sempre mais.
    Por que brigar pela cultura mundial se há outros problemas para ser resolvidos?
    Hoje com a internet tudo ficou mais fácil e acessível, mais divertido também, porque podemos conhecer o mundo sem sair de casa, mas a experiência é outra quando você deixa seu computador e vive o real, passa a viver outra cultura.
    Beijos

  13. É muita falta de respeito com qualquer ser humano o que fizeram com mais um turista trabalhador e com muita vontade de conhecer um país onde até eu sei digno de ser visitado, essa matéria mudou totalmente meu conceito com reino unido, jamais visitarei um lugar desse, passou da hora do consulado tomar providencias a nosso favor e evitar tantos constrangimentos com as pessoas, que apenas querem e tem direitos perante a lei de visitar qualquer parte do planeta.
    Chega de tanta violencia, sim, pq pra mim, isso é uma violencia o que fizeram com o entrevistado aqui, uma tortura, imagina o psicologico das pessoas como ficam com tanta frieza e ignorancia, devemos tratar de igual para igual, sim fazer o mesmo com eles quando vem visitar nosso país.
    Fico muito triste com essa situação, e espero que nossas autoridades resolvam isso o mais rápido possível.
    Realmente lamentável!!!!

  14. Na contrapartida quando recebemos estrangeiros aqui, ficamos feitos tontos tentando falar a lingua deles etc.. brasileiro que ser muito bom acaba passando por tonto. Temos que adotar os mesmos critérios. RECIPROCIDADE NELES !\

  15. Um absurdo tudo isso que aconteceu!! Muita falta de respeito dos oficiais britânicos. Como sobrinha do Teacher Sacchi e amiga da Ghiso fiquei muito triste com a situação, realmente não dá vontade mais de visitar o Reino Unido. Com tanta beleza pra que?? E o respeito, a educação do cidadão, onde ficam? Não mereciam passar por tudo isso.
    Parabéns pela matéria! Esperamos que o consulado Brasileiro em Londres tome alguma atitude o mais rápido possível. Pq ninguém merecer ser tratado dessa forma.

  16. Absurdamente absurdos esses caras nao tiveram infancia ctz foram criados como robos como de costume no reino unido a mesma merda pra todo mundo ,depois pagam pau pra esses europeus eles que se explodam nem todos mais a maioria é preconceituoso com latinos pra min eles sao gasparzinhos nem existem

  17. Que triste saber que isso aconteceu com uma pessoa que merece tanto como o Sacchi, que sempre buscou conhecimento e aprendizado. O Reino Unido assim como outros países que cometem a mesma barbaridade com as pessoas que chegam em seus aeroportos, devem com certeza saber que as pessoas quando viajam para o pais em discussão, buscam não somente ”enriquecer” as custas de um pais desenvolvido e nem possuem na mala bombas para atentado terrorista. Devem lembrar-se que as pessoas são admiradoras da cultura entre outros itens que com certeza era o q o Sacchi buscava em sua ida tão sonhada a Inglaterra. Como ele mesmo descreveu, não teve chance nem de se explicar, e foi tratado com preconceito.. e ficou sem resposta do motivo disso ter acontecido. Um pais tão desenvolvido deve repensar como tratar os imigrantes que chegam, uma entrevista, enfim, qualquer coisa menos a humilhação que infelizmente o Sacchi passou.

  18. Parabéns pela matéria, está mais do que na hora dos brasileiros pararem com essa cultura de submissão, de ficarem calados diante da humilhação por parte daqueles que pensam poder fazer o que bem entendem. Nós os recebemos de braços abertos e eles como se fóssemos a escória da humanidade. Até quando?
    A impressão é que simplesmente escolhem aleatoriamente, aqueles que não vão com a cara e pegam pra sacanear. Se tiver sorte entra, senão adeus!
    Eu fui uma das que tiveram sorte, mas nem por isso deixo de demonstrar minha indignação com o que fazem com meu povo. Temos que continuar lutando para diminuir esses absurdos … para ao menos ser explicado um motivo justo para privação de conhecer um país que muitas vezes criamos tantas expectativas e sonhos!

  19. Ainda incrédula com essa situação!!!! Muito triste saber que muitos passam por isso sem nehuma razão aparente… espero que o Consulado Brasileiro cumpra seu papel e que nehum de nós tenhamos que passar por isso novamente.

    1. ISSO MESMO PARABÉNS PELA MATÉRIA , EU PASSEI POR ISSO ESSA SEMANA DIA 5 DE DEZEMBRO FUI COM UMA CARTA CONVITE DA MINHA CUNHADA QUE MORA LÁ JÁ A UM TEMPO E CASADA COM UM IRLANDES , LEVEI A CARTA MAIS ELES SIMPLESMENTE NÃO FORAM COM MINHA CARA NÃO FAZIA A MINIMA QUESTÃO DE FICAR LÁ IA PASSAR AOS FÉRIAS LOGO ESTAVA VOLTANDO MAIS ELES ME DEPORTARAM A PORTUGAL , GOSTARIA DE CHAMAR A ATENÇÃO DAS AUTORIDADES BRASILEIRAS PARA QUE POSSAM FAZER ALGUMA COISA EM RELAÇÃO A ISSO DEPORTEM TAMBÉM ESSES CARAS NÓS NÃO DEVEMOS NADA PARA ELES SOMOS SERES HUMANOS, DEVERIAM TER MAIS RESPEITO COM SEU SEMELHANTE ISSO NÃO SE FAZ A PESSOA VAI SEM INTENÇÃO NEHUMA DE FICAR LÁ E ACONTECE ISSO FAZER O QUE NÉ? SOMOS MOTIVO DE CHACOTAS DESSE POVO ….

      1. Celio…me add no meu facebook: Claudinei Sacchi e podemos juntos descobrir uma forma de chegar ate as autoridades nosso apelo. Ja antecipo que o consulado brasileiro não se importa conosco…devem ser no minimo corruptos como os oficiais britânicos, perdeu meu respeito e confiança.

  20. Nossa amigo… é extremamente lamentável o que ocorreu contigo… lembro das suas expectativas em relação a sua viagem de passeio… é inadmissível atitudes como essas… aonde brasileiros mais uma vez são tratados como lixo… vítimas de preconceito e maus tratos … isso é vergonhoso e lamentável…
    ainda mais levando-se em conta que a vítima foi você… é uma injustiça sem tamanho… justo você que tanto nos incentiva a conhecer novos países, novas culturas, que nos ensina com tanto amor a língua inglesa….
    Fico muito chateada com o que aconteceu contigo meu professor e amigo.. e espero que de fato o consulado Brasileiro em Londres tome suas providências e nos dê o mínimo de satisfação …
    Estou contigo e com todos os Brasileiros que passaram por tamanha humilhação…
    Conte conosco e vamos exigir providências…

  21. Até então eu pensava que poderia ser descuido da parte dos brasileiros de não conseguir regularizar passaporte, etc. No entanto, alguém que sempre tem tudo certinho (Inglês fluente, lugar estável pra ficar no país pelo tempo determinado), não ter o direito de viajar pro exterior é inadimissivel! Como um país de 1º mundo não autoriza a entrada de alguem que veio de um país de 3º mundo que NUNCA negou a entrada de um extrangeiro! No mínimo o Brasil deveria bloquear a entrada de estrangeiros por coisas mínimas tambem…assim quem sabe os países desenvolvidos parem de ser PRECONCEITUOSOS!

  22. Muita falta de respeito com um profissional, cidadão de bem e com todos os documentos os quais comprovaram legalidade!! sem palavras pra expressar tal Indignação!!!

  23. Quero parabenizar a matéria muito bem escrita e conseguindo mostrar um pouquinho da humilhação que o professor Sacchi passou. Depois de sabermos de um fato como esse com uma pessoa tão querida que sempre falou bem da cultura inglesa, inclusive incentivando a todos para aprender a lingua inglesa, perdemos toda a vontade de conhecer esse País que sempre foi tratado com respeito por nós brasileiros. Quero acreditar que não são todos, mas apenas uma pequena minoria que destratam estrangeiros e que com certeza algo será feito a respeito.

  24. É um desrespeito a nos brasileiros,mesmo com todos os documentos que comprovemlegalidade.O mínimo que o Brasil deveria fazer é bloquear a entrada de estrangeiros por coisas mínimas tambem, com certeza a historia seria bem diferente!! vamos lá meus queridos do Consulado Brasileiro , mostrem-se a favor dos seus, não fiquem apenas na plateia, vamos mostrar que tambem sabemos agir.

  25. Finalmente uma matéria que vem chamando atenção da nossa mídias nos últimos tempos. DEPORTAÇÃO de brasileiros em turismo. Eu particularmente gostei do conteudo apresentado de forma cândida e bem objetivo. Esse tipo de ocorrência não deve passar despercebido das autoridades, pois isso é uma grande falta de desrespeito conosco brasileiros. E como fica tudo isso agora? O professor Sacchi será indenizado? Ou a falta de respeito ficará impune? O que o consulado do Brasil em Londres tem como resposta?
    Eu ate pensava após a conclusão de meu curso de Inglês visitar a famosa “terra da rainha” e ver de perto a cultura inglesa, porém agora que tudo isso ocorreu deixou a desejar, afinal os oficiais britânicos mostraram que tipo de educação a cultura britânica ensina! INGLESES DEIXEM DE SER ARROGANTES!!!!! e aprendam com os brasileiros como se dever tratar turistas.

  26. Primeiro de tudo gostaria de dar os parabens pela otima materia, ate entao nao sabia que tinha acontecido isso com vc.
    E lamentavel a maneira que nos brasileiros somos tratados, Mesmo tendo toda as documentacoes certas, Dinheiro e tudo mais, eles sempre da um jeito de criar um problema pra dificultar a entrada no pais.
    Eu acho que ja passou da hora do Brasil mostrar a cara, Brasileiro e sempre visto de maneira diferente em qualquer outro pais.
    Os estrangeiros deveria ser tratados da mesma maneira quando chega no Brasil. porque ate entao a unica coisa que eles fazem quando chega ao Brasil e preencher uma ficha com alguns dados. POR FAVOR NE!!!! QUE VERGONHA

  27. Uma situação bem horrivel mesmo… Em pensar que nem se pode mais fazer uma viagem a passeio… Como é diferente a tratrativa do povo Brasileiro, somos tão receptivos com pessoas que vem de fora, e quando fazemos uma viagem é assim que é tratado…. Ridicula a atitude que estão tendo. E Professor Sacchi, você já passou por varias situações e esta certo de colocar em publicações, só assim para diminuir um pouco essa angustia e constragimento causado.

  28. parabéns pela materia,so lamento a vergonha que nos brasileiros temos que passar mais é bom soltar a voz e mostrar que nao somos bandidos e sim gente de bem.

  29. Pra começar EU particularmente não gosto de velharia, o reino unido deveria ser postado em um museu lugar de coisas velhas, SOU MAIS NATUREZA. Qto a você Clau, esta certíssimo de botar a boca no mundo e mostrar para essa cambada de ¨soldadinho de chumbo¨ que respeito cabe em qualquer parte do planeta, e ainda dizem que esse reininho de merda e um povo culto, salvo claro muitas exceções. Estou contigo meu amigo. Paulo

  30. Situações como estas certamente não são enfrentadas pelos estrangeiros que vêem ao Brasil e perante toda a situação descrita, as atitudes dos ingleses não tiveram fundamento algum. Dessa forma, tendo em vista todo transtorno causado ao nosso professor, que passamos a ter a mesma conduta na entrada em nosso país, talvez tornem-se pessoas mais humildes e menos arrogantes.

  31. SACCHI, ESTOU INDIGNADA, QUEM CONHEÇE VOCÊ , SABE QUE É A ULTIMA PESSOA QUE PODERIA TER TIDO ESSE TIPO DE ATITUDE, SABE ELES ESTÃO NUM CRISE FINANCIERIA ABSURDA, AINDA TRATA MAL QUEM QUER ENTRAR EM SEU PAÍS É FAZER TURISMO, TRAZER DINHEIRO PARA ELES, É PURA ARROGÂNCIA, UM PAÍS QUE DEVE ATÉ A CUECA, O ITAMARATY DEVERIA TOMAR PROVIDENCIAS, PORQUE SE ACONTEÇER COMIGO , AH DEUS SABE O BARRACO QUE EU IRIA ARMAR, O NOSSO PAÍS TEM QUE REVER A ENTRADA DESSES NOJENTOS QUE VEM ATRAS DE PROSTITUIÇÃO, SÓQUEM VIAJOU PARA OUTROS PAÍSES SABE A GENTILEZA QUE TRATAM AS PESSOAS!!!!!!!!!!!

  32. Gostei da matéria!… Chega né? tá na hora de darmos um basta nisso, recebemos todos os estrangeiros de braços abertos e até fazemos de tudo para que eles se sintam como se fosse suas casas, procuramos até falar a mesmo dialeto deles. Vai falar em português na Inglaterra para você ver?
    Precisamos reverter essa situação primo e tenho certeza que conseguiremos…, nós Brasileiros precisamos de atitude e é isso que você está tendo. Parabéns!!

  33. Muito interessante o tema da matéria! Mas que abusurdo tudo isso!!! É mta humilhação!! Imagine se acontece isso com eles!!! Vamos lutar para acabar com tudo isso!!

  34. Isso é inadmissivel!! Muito boa a matéria!! É um absurdo o que fizeram, eles não tem nenhum respeito!! Todos temos direitos e devemos lutar por eles!! Parabéns Sacchi pela iniciatiza, isso é uma vergonhaa!!
    Isso tem que acabar, não pode continuar dessa forma, imaginem com quantas pessoas isso pode estar acontecendo, se ninguem falar nada, NADA nunca vai mudar!!

  35. Em 18/01/2012, o Ministro Das Relações Exteriores do Brasil, o Sr. Antonio de Aguiar Patriota, recebeu o secretario de Estados de Negócios Estrangeiros do Reino Unido e da Comunidade Britânica, o Sr. William Hougue, esta visita teve como intuito de estabelecer um dialogo entre Brasil- Reino Unido, sendo um dos temas voltado para o exames de politicas externas e discuções bilaterais, o qual seria para refletir a nova dinâmica de relacionamento entre os dois países,sendo que o Brasil elogiou a presença Diplomática do Reino Unido,que passou a contar com mais um novo consulado em Recife em novembro de 2011. No entanto ao ler esta materia sobre deportação de Brasileiros, fiquei indignada com o tratamento oferecido ao Jovem professor Sacchi,professor que com mestria, sempre teve orgulho de lecionar a língua Inglesa aos cidadãos Brasileiros, sendo esses crianças, jovens e adultos, e como um ditado popular fala: Quando apreendemos um novo idioma, ganhamos uma nova alma. Que contradição!!!!!!ensina com o maior respeito a cultura Inglesa e foi desrespeitado, humilhado em solo Inglês.
    Agora eu pergunto essa reunião em Janeiro de 2012,,qual era mesmo um dos propósitos?
    Sera que apenas o Brasil recebera com respeito os cidadão ingleses?
    E nos cidadão Brasileiros, seremos sempre tratados com a escoria do terceiro mundo?
    Esta na hora do Itamarati interver e agir com severidade, pois um cidadão que trabalhou honestamento, economizou, fez todos os procedimentos que a Lei exige, para apenas poder desfrutar de uns dias de descanso em solo Inglês, ainda dar lucro, pois sabemos que Londres é um dos lugares do mundo mais caros para ser visitado. Já houve outros incidentes com cidadão Brasileiros em solo Inglês, não a como esquecer o jovem JEAN CHARLES DE MENEZES,, que foi baleado pelas costas no metro de Londres, simplesmente,porque foi confundido com HAMDI ADUS ISAAC..como pode confundir alguém que esta de costas? Sem falar em milhares de turista Brasileiros deportados que com vergonha se calam!!!!!
    Já passou da hora de nossas Autoridades competentes, exigirem o mesmo respeito que é oferecido aos cidadão Britânicos em nosso solo, aos cidadão Brasileiros em solo Inglês, ou ainda estamos vivendo nos tempos Da senzala e da Casa Grande?
    Parabéns professor Sacchi, por sua coragem e determinação de expor o vexame que foi obrigado a passar em solo Inglês..Me pergunto foi confundido com quem ?
    Espero que o consulado Brasileiro tome todas as providencias necessárias para que não venha ha ocorrer tal barbaridade com qual um conterrâneo nosso.E que haja uma retratação para sua pessoa do Consulado inglês..

    Vera Lúcia Lanes..

  36. Muita Humilhação , Preconceito com os BrASileiros affz
    Imaginem se chega um Brasileiro Negro , e acontece esse Barramento ,seria mais absurdo ainda …… a situação ia aumentar por colocarem a cor da pele na história

  37. É uma falta de respeito e humilhante esse tratamento que os Brasileiros têm no Reino Unido. É necessário que se tomem providências para que essa situação acabe. Parabéns pela matéria e pela iniciativa do Sacchi por estar correndo atrás dos seus direitos.

  38. Fiquei indignada meu amigo , uma falta de respeito logo com vc um homem esforçadissimo,um professor exemplar , uma humilhação !!!!! Acho que vc tem todo o direito de ir atrás de seus direitos ….uma vergonha ! Vc tem o meu apoio total..

  39. Mas pra que serve o consulado brasileiro que esta permitindo essa barabaridade?
    Na minha opiniao , nós deveriamos começar a cobrar do consulado britanico que esta dentro de nosso pais…..eles sim que devem dar uma boa satisfação dessa péssima cultura deles. Não vejo nada de cultura tãi brilhante assim o Reino Unido. Eu estive num turnê pela Europa e justamente esse pais infame Reino Unido foi o menos atrativo. Eles nao sabem tratar turistas nos restaurantes, são poucos limpos e acima de tudo bem desinformado de outras culturas….sem dizer que estao falidos e quebrados….O pior que tem alguns que ainda vai tentar defender ou justificar o erro deles, mas quando passarem pelo o que o tal mencionado professor passou ai eles mudarão de ideia. Como dizia minha avó: PIMENTA NO RABO DO OUTROS É IGUAL REFRESCO” Eu tenho um amigo que tb foi deportado por esses arrogantes sem poder argumentar. Foi uma pena….pois eu entrei na Inglaterra nem se quer falando ingles e passei, poderia ter ficado ilegal la….dai da para se notar o quanto eles querem demonstrar que sao rigidos, porem são umas merdas.
    Por isso eu sou a favor da Argentina expulsar eles das Malvinias….os britanicos nao estao sendo mais bem-vindos aqui na America, afinal quando eles vem pra ca geralmente vem atras de prostituição e nao aprender coisas…bandos de chatos e corruptos!!!!!

  40. FALTA DE RESPEITOO!!!
    Cadê a tal liberdade? Somos prisioneiros e o pior sem causa.Julgados e condenados…
    Isso precisa acabar somos vistos como delinquente?Somos cidadão de bem que trabalho tem família e temos que ser respeitado.
    Com que direito essas pessoas vem para o Brasil e ainda exigem serem tratados como reis…
    Me poupe de tanta babaquice o respeito tem que ser reciproco!!!

  41. Essa matéria serve mais um vez de alerta pra nós cidadãos com intenção de viajar ao Reino Unido e aos nossos governantes em repensar a nossa politica de entrada de estrangeiros no nosso país. É lamentavel a situação que o Sacchi passou, nunca vi uma situação dessa ocorrida no Brasil. Espero que o Sacchi tenha uma resposta dos dois lados, não podemos deixar que ocorra isso novamente com qualquer cidadão brasileiro.

  42. Nossa fiquei muito triste com oque aconteceu com o Sacchi…ele ja foi meu professor de inglês e tinhamos o sonho de um dia passear em Londres e conhecer
    um pub! Mais quem sabe um dia…somos brasileiros e não desistimos nunca!!

    1. No rj tem um pub ingles escondido dos brasileiros num lugar chique do rio. Foi feito por ingles e fica na rua paul redfern. É só ir lá e conferir. Não precisa ir babar ovo de estrangeiro e ser cagado lá fora.

      1. Quanto a ter um PUB inglês escondido ou não, que seja bem-vindo, afinal há muitos bares e restaurantes brasileiros espalhados por vários países europeus e nos EUA também, isso é cultura. Mas quanto a conhecer um PUB britânico por causa de minha profissão como professor de língua estrangeira não é babar ovo de estrangeiro e sim complementar, comparar a nossa cultura, conhecer lugares não é aderir e nem se rastejar pelos de fora, ao contrario, mostra que você é de mente aberta e não ignorante.

  43. Fico espantada em ouvir uma coisa dessas em pleno seculo XXI. O desprezo, a falta de respeito, o PRECONCEITO pelo qual demonstraram pelos brasileiros, pelo ser humano acima de tudo. Fica o apelo para que a nossa Embaixada tome alguma providência SÉRIA sobre esse caso, para que ao menos recupere a dignidade de uma pessoa que com muito esforço tentou realizar um SONHO que virou PESADELO. Fica meu apoio para que alguma atitude seja tomada para reverter esse assunto. Não basta apenas mudar o passaporte que está marcado….e a marca que esse episódio causou na PESSOA Sacchi….Sacchi vai meu apoio pra vc, que acompanho sua história a muiiiito tempo, força e meu abraço!!!!

  44. Realmente ficamos a merce das autoridades brasileira lá. Onde está o consulado brasileiro nessas horas ???????? todo turista tem seu direito , se eu fosse o professor Sacchi, entrava com processo contra aquela migração inglesa que acha que pode fazer o que quiser…….Estou indo pra lá em julho, vou esfregar meu passaporte italiano na bunda deles……..abraços.

  45. Ja morei nos Estados Unidos (ruim!), Canada (terrivel!), Inglaterra (pessima!) e Australia (ridicula!), logo, posso afirmar com a mais absoluta conviccao, deveriamos boicotar e ignorar todos esses paises (lugares fedidos) e seus nacionais (seres arrogantes).

    Ainda, deveriamos e devemos defender a nossa nacionalidade brasileira com “unhas de dentes”, impondo aos aludidos lugares e (seus) respectivos cidadaos tratamento reciproco – senao pior!

    Por fim, acredito que insta-nos (e urge ja sem tempo!) edificar nossa identidade (sim, sou brasileiro! sim, eu tenho muito orgulho da minha patria!), estabelecer um pacto social mutuo (com semelhantes propositos de ajuda e respeito entre todos nos – aqui e alhures) e correr brigar pelo verdadeiro desenvolvimento de nossa nacao, pois “O FILHO TEU NAO FOGE A LUTA”.

    Sou BRASILEIRO, porra! E nenhuma outra patria me pariu…!

    Comecamos com UM, e logo seremos dezenas e centenas de milhares em todos os Estados, em todos os lugares, de todas as classes e em todos os cargos e profissoes. Seremos todos UM…unidos, sempre!

    *Ps: Nao conheco o professor Sacchi, mas como cidadao brasileiro fiquei extremamente indignado com o ocorrido. Entao, como serventuario do executivo, prometo-lhe (professor) “acabar com a raca” de todos os demais individuos oriundos dos paises sobreditos – sobretudo do Reino Unido -, que cruzarem o meu caminho!

    Por voce (professor), bem como por todos os demais que ja sofreram nas maos desse bando de estupidos alienigenas.

    Um abraco…e meus sentimentos,

    Paulo.

    1. Obrigado Paulo.
      Agradeço imensamente sua generosa contribuição com seu comentário. Esteja seguro que sua opinião e indignação é valida. Esta mesmo na hora do Brasil começar a reagir da mesma maneira que fazem conosco para podermos impor respeito ao que é nosso,a nossa dignidade Eu sou o professor Claudinei Sacchi e li seu comentario. Meu facebook é CLAUDINEI SACCHI

  46. Olá Claudinei Sacchi acabo te lhe enviar uma solicitaçao pelo facebook, eu dia 8 de agosto fui para o Reino Unido cheguei lá de manhã as 7 e depois de passar por toda esta descriminaçao tb me enviaram de volta para o Brasil. Sou casada, não trabalho por opçao, meu marido trabalha, fui com os pais da minha amiga que mora lá e eles tb moram lá e todos tem cidadania Italiana mas sao brasileiros certo?
    Muitas perguntas pq meu marido tb nao foi (e pq ele deveria ir?) conheço esta amiga e sua familia por internet entao como aceitar q eu iria lá e como nao sabia onde ela vive? Eu estava indo justamente para isso não? Eles adulteraram as minhas informaçoes aproveitaram o fato de eu nao falar ingles, clocaram uma interprete por telefone e fui obrigada assinar um papel onde ele escreveu as respostas em ingles. Quero tomar alguma providencia e gostaria de ajuda. Foram muitos detalhes ridiculos e de puro preconceito. Vc pode ser solteiro, casado indo só, casal viajando junto, eles dão um jeito de arrumar uma desculpa. Precisamos fazer alguma coisa….

    1. Bom dia Angela,, agradeço seu depoimento e ja te aceitei no Face, quero conversar melhor contigo para tomarmos alguma medida e quem sabe conseguirmos mais ajuda de pessoas que passaram pela mesma cruel experiencia que lamentavelmente tivemos. Seja bem-vinda.
      Teacher Sacchi

  47. Eu tenho muitas coisas ruim para falar deles e não mudarei minha opinião, afinal de contas há brasileiros que são culpados também, pois entram ilegais na Inglaterra e depois os justos acabam pagando pelos infratores. Estes sim deveriam ter a vergonha de ficar queimando o filme do Brasil no exterior. Não achei nada de simpatia no atendimento deles e nem penso que seria ocasião para se fazer gracinhas. São arrogantes sim e bem hipócritas os oficiais do Reino unido. Para defende-los no minimo a pessoa deve ser da mesma classe de pessoa. A pessoa que ainda se acha no direito de defende-los que comece primeiro sendo bom cidadão aqui no Brasil.

  48. Ana…gostei de seu comentário….e concordo contigo, que esse pais não merece nosso respeito em questão de turismo, haverá sempre um idiota que por não ter passado pelo o que passamos que irá defender os britânicos, mas quanto a estes, vamos ignora-los afinal são pessoas desinformadas e que se vendem facilmente. E quanto ao consulado do Brasil, é a pior vergonha ainda, pois alem de nao mostrarem interesse, são também com certeza comprados. Parabens Ana pela sua atitude de escolher bem hoje o pais que merece nossa visita, quanto ao Reino Unido, que afunde cada dia mais na crise e aprendam a ser humildes de menos arrogantes.

  49. Prezados,… A entrada em países da Europa e América do norte é apenas a ponta do iceberg. O que tem acontecido com os Brasileiros que estão aqui (escrevo da EU) é ainda mais assustador. Ocorrem todos os tipos de humilhações possíveis com todos, imigrantes ou não. As humilhações são sistêmicas e passam por todas as instâncias do governo, empresas, ONGs e inclusive os órgão de defesa das minorias. Estão interligando as organizações, seus cadastros e todos os dados da pessoa estão sendo armazenados em banco de dados gigantes. O sistema judiciário e os ministérios de defesa estão operando com sua máxima potência e sem poupar custos.
    Se você for deportado, haverá um registro seu no sistema e eles podem vir a usar isso contra você no futuro.
    Há cortes em todos os setores de seguridade social e o sistema de defesa e vigilância está cada vez maior e mais aparatado. Parece até que estão se preparando para uma nova guerra mundial.
    Passo por situações diárias e tenho muito medo. Inclusive na ponta de baixo do Iceberg, o inevitável retorno ao Brasil.
    Quanto aos consulados, eles também tem medo e há todo tipo de problemas. Passando pela contratação de locais até a falta de recursos e contatos úteis para os que passam por problemas. Incluindo aí, a “boa e velha” morosidade e o descaso. Não conheço nenhum Brasileiro vivendo aqui que não esteja passando pelos mesmos problemas. Os que puderam, já voltaram.
    Já é tempo de um SOS geral. Queremos asilo político no Brasil, nossa terra pátria.
    Leiam também : http://www.barrados.org

    1. Parabéns por seu comentário Zé Tião, eu já não inspirava confiança nesses países, e sempre tive um pé atras. Tenho motivos de sobra para não enaltecer essas nações, afinal são arrogantes e inseguros entre eles mesmos.Se me permitir gostaria de colar seu comentario no meu Facebook, mas gostaria de sua aprovação primeiro. Obrigado pela sua colaboração. Teacher Sacchi

  50. Bom, não sou aluno do professor, mas sou uma das vítimas de maus tratos, humilhação na imigração e estou indignado com o Brasil. Eles entram no nosso país com muita facilidade e não é justo sermos tão mal vindos ao país deles. Passei por maus tratos na imigração duas vezes, a última vez passei um dia e uma noite no aeroporto de Amsterdã, com muita febre, dor de cabeça e fome e quando fui deportada tinham policiais, como se eu e os outros deportados fossemos traficantes ou terroristas, uma vergonha, todos nos olhavam com cara mau. Acho que o Brasil deveria negar ajuda para esses países e tomar mais atitude quando chegamos ao aeroporto do Brasil. A polícia daqui deveria perguntar o que passamos lá, mas nem isso fazem, parece que gostam que somos mau tratados.

  51. Estando legalizada passei por algumas humilhacöes que você passou em relacäo a entrar com o visto e fui muito humilhada por uma atendente de tickets da Lufthansa em Frankfurt. Assim que ela abriu meu passaporte comecou a gritar comigo do nada. Ela tinha visto meu passaporte escrito casamento com alemäo,pois estava entrando legal,como se manda a lêi. Homens abriram minha mala e rasgaram todos os meus presentes de lembrancas para meu marido e amigos. Foi horrivel quando eles gritavam tem drogas??? Eu estava com tudo na ordem expressei minha indignacäo em alemäo que para eles foi uma tamanha surprêza. Desse guardinhas o meu desprezo e dessa recepcionista uma loura racista trabalhando pela Lfthansa arcando ela de gritos sem motivo algum.
    Racista,mal educada,agressiva. Minha indignacäo me causou tum trauma até hoje.
    Mantive-me muito educada,näo me igualando sobre forma de palavras baixas e vulgáres. Afinal sou brasileira e mostro a educacäo que tive humilde,mas uma educacäo que näo é preciso adquirir em primeiro mundo. Que primeiro mundo säo esses? Que Deus te ilumine em todas as suas caminhadas.

    1. É bem isso mesmo que eles fazem Néia…afinal um dos oficiais gritou dizendo pra mim que seu eu nao sabia que na Inglaterra eles “dão descarga após o uso da privada” …aff….de primeiro mundo eles já não estão com mais nada, estão falidos, são agressivos, e deprimentes…lamento a péssima experiencia que voce passou Neia…sucessos.

  52. O nome da E. de Aviäo é: Lufthansa e a atendente era em Frankfurt. Pensei em fazer uma denúncia contra todos eles e elas,,porem eu andava täo corrida com as papeladas e festas que o tempo passou,mas ainda tenho todas as provas e vamos falar com nosso advogado. Abracos para você

  53. Eu te entendo e acredito em você. É triste agente nascer em um País que as autóridades competentes näo tomam as nossas dores por atos de violências. Pois para mim esses säo atos de violências contra seres humanos que viajam para um outros países para conhecer,práticar um idioma e tudo de correto. Na verdade viajar é uma forma cultural e näo só de lazer. Também sair para fazer um estudo e até mesmo para casar-se.
    Pois nós eu e meu esposo, passamos muitos anos namorando e só resolvemos casar por questäo de oficializar nossa uniäo real,nada mais.Amo meu País,mas infelizmente tem muitas gente que se acostuma com as violências ai e quando falamos algo para o governo mudar eles se revoltam contra nós mesmos.Se eles agem assim como podem nossa imagem mudar? Ora,quero o melhor para o Brasil e meus familiares vivem lá e sou uma Brasileira com orgulho. Sou sempre a mesma pessoa e vivo em outro país porque nossa vida é assim.Meu esposo ainda esta trabalhando e eu também. Pensamos em viver no Brasil,mas as violências estäo crescendo dia a dia.Pessoas estäo mais voltadas para o dinheiro,infelizmente.Por pequenos misseros matam e destroem as familias.Os humildes pagam os impostos,mas näo se tem seguranca.
    Mas nosso governo no Brasil,näo nós dá nenhuma seguranca para vivermos
    tranquilos e nem nos protegem. Como eu mesma escrevi uma vez para os governantes do nosso País em Brasilia. Acho eles näo gostaram do que eu falei,porque a verdade dói. Pra se entrar num país europeu etc,você prepara muitas papeladas,espera muitssimo e ainda passa por esses ataques.
    Enquanto que para um extrangeiro entrar no Brasil tem lêi,mas fica muiiiiiiiiiiito mais fácil.

    Isso que você fez,saindo para conhecer outras culturas e principalmente você que é professor,näo tem nada com as palavras que um internauta ai em cima colocou dizendo que pessoas que viajam väo babar ovo dos outros paises. É lamentável que pessoas também como essas que pensam assim,se inquadram nas posturas desses guardinhas de controles e atendentes sem cultura,nem formacäo para estar numa recepcäo de atendentes de um aeroporto, principalmente nos aeroportos internacionais de primeiro mundo.
    Sair para conhecer outras culturas e falar outros idiomas näo significa que vamos babar ovo de ninguém. A palavra babar ovo já näo é täo educada nem bonita de se expressar.
    Fico muito triste que isso aconteca com as pessoas e que continuam acontecendo e algumas pessoas do nosso próprio pais tentam com a nossa dor nos atacar.
    Nossa concideracäo para você ( nossa minha e do meu esposo) que é um cidadäo alemäo que ama e respeita nosso pais,nossa cultura e nossa gente,afinal nem todos säo iguais,mas existe pessoas sem classe,sem nível e sem educacäo e doentes da maldade e racismo seja de raca,país,idioma etc.
    Digo isso para todos os lugares do mundo. O fato do meu marido amar o nosso pais näo significa que ele babe o nosso ovo. Ops… sou uma dama,näo pretendo repetir esta frase féia!!!!!!!
    Mas é preciso que esses guardas e essas atendentes tomem muito cuidado e eles(elas) fiquem de alertas porque nem todo mundo deixa essas coisas passarem despercebidas.
    Até a nossa presidente passaria por isso,se estivesse,disfarcada de cidadä comum de peruca preta rsrsrrs para näo ser reconhecida etc.
    Mas isso näo acontece com ela, pois você sabe porque? Ela já esta bem protegida,porque esta no governo e qualquer deslizes tem consequências para esses (guardinhas e essas atendentes mediocres,que säo monstros e monstras escondidas na pele em forma de gente.
    Agora como eu comecei a falar imagina a nossa presidente disfarcada de peruca,entrando sozinha,mesmo com visto e toooooooodaaaaaaaaaaaaaas as papeladas oficiais ela seria tratada como um nada,seria uma Joana “NÍNGUÉM”:
    Essa é a mais pura e real realidade!!!!!!!!!!!!!!!!!.
    Eu e meu esposo sentimos muito por você e isso infelizmente deve continuar acontecendo com muitos brasileiros,indianos,mexicanos etc.

    Isso acontece em todos os casos, independente de viagens de férias,conhecimento de uma cultura,estudar um idioma,casamento e tudo que possa um cidadäo e uma cidadä entrar como manda a lêi com visto e tooooooooooooooooodooooooooos os documentos,dinheiro e etc.
    Muito obrigado por me responder e ficamos eu e meu esposo aqui desejando tudo de maravilhoso para você e rezando para que esses momentos tristes que te aconteceram Deus transforme tudo em alegrias,saude,paz e prósperidade.
    Desejo toda a paz do mundo e muitos progressos em relacäo a tudo na sua vida,pois você merece por sua educacäo,dignidade e sinceridade.
    Um 2013 cheioooooooooooooooooooo de positividade é o que te desejamos.
    Auf Wiedersehen.

      1. Boa resposta jornalista Leandro Bettiol , afinal nada adianta um individuo querer se mostrar culto se ainda não aprendeu a humildade e muito menos a escrever educadamente, perde todo seu foco, porém você profissional ainda a ensinou cumprimentando com gentileza…Essa é a diferença entre o culto e o estupido. parabéns Sr. Bettiol.

  54. Ola a todos… em 2007 passei por um ato parecido no aeroporto de Madrid: tinha todos os documentos necessário para um turista eles me prenderam juntamente com mais 40 brasileiros. Ficamos 5 dias retidos no aeroporto de Barajas, eles alegavam que não tinha voou disponível para tanta gente retornar ao Brasil, por isso ficamos tanto tempo ali detidos. Foi a maior humilhação, apesar do espanhol ser fácil de se entender eles não chamaram interprete e não nos deixarão contatar com ninguém, nem mesmo com a embaixada brasileira. Havia uma moça que estava menstruada teve que andar com um lençol amarrado entre as pernas porque os oficiais levaram toda a nossa bagagem e não deixaram que a moça ficasse nem mesmo com absorvente dela. Toda gente dormia no chão pois as camas que tinham não eram suficientes para todos … Aquilo era uma confusão, eles deram comida vencida e a noite após as 10h eles desligavam as luzes e vinham pela escuridão vigiar – como se ali houvessem só delinquentes. Os 40 brasileiros se uniram e ficaram juntos o tempo todo e não aceitaram que eles levassem a gente em voos separados. Naquela mesma noite foi contado que uma pessoa havia morrido ali naquele local por descuido dos oficias, então por medo que eles quisessem fazer mau aos brasileiros ficamos todos juntos. Foram noites terríveis que nunca irei esquecer… eles humilharam todas as pessoas até não mais poder.
    Uma coisa é certa: os brasileiros são muito discriminados nos aeroportos internacionais; é preciso ter um visto ou dupla cidadania para que haja um pouco de respeito. Hoje já não tenho mais esse problema pois sou casada com um europeu e entro e saiu quando quero da Europa, mais no passado sofri muitas humilhações. Essa é só uma das experiencia que vivi.. isso é mesmo uma vergonha… quando os estrangeiros chegam no nosso pais são bem tratados e quando vamos ao pais deles somos barrados como delinquentes. É indigno uma coisa dessa… por isso pessoal fiquem atentos quando vierem fazer turismo na Europa; cada dia fica mais difícil passar pelas alfandegas europeias; todo cuidado é pouco… venham prevenidos sabendo do risco de serem deportados. Um abraço a todos.

  55. Hello there, I found your website when i was seeking Bling for web-sites connected to this information. I wanted to explain to you, your internet site is good. I like the structure far too, its nice. I haven’t got some time now to fully examine your website but I’ve bookmarked it and that i also signed up on your RSS feed. I’ll be again within a day or two. Many thanks for a great web-site.

  56. Boa tarde!!! muito triste ler todos esse coméntários ,pois o mesmo aconteceu comigo e minha filhinha , até agora ainda estou em choque
    nosso país não deveria aceitar esse povo Inglês .

    1. Não é não aceitar os ingleses, a maioria dos brasileiros é que está errada. Povo sem cultura com mau gosto para música que não gosta de estudar. Há várias razões pelas quais eles são desenvolvidos e o brasil, não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s