Ousadia não é suficiente para morar longe de casa

Com pouco mais de um mês desde o início das aulas, José Gustavo Gomes, 17 anos, começa a se adaptar à rotina universitária. Calouro do curso de economia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, ele encara 40 quilômetros de estrada entre Americana a Campinas. Desde o ensino médio José mora e estuda em lugares diferentes, e por isso a viagem diária já não o incomoda. “A rotina da universidade é bem menos cansativa do que na época do colegial, pois estudava em período integral, então a adaptação não foi difícil”, declara.

Adaptação à parte, José Gustavo Gomes gasta 260 reais de ônibus por mês e viu que estar em uma universidade demanda compra de livros e fotocópias. “Eu imaginei que haveria muito menos xerox do que realmente tem. O conteúdo pra ler é muito grande, então acabo gastando uma boa quantia na compra destes materiais”, diz.

A realidade de estudar em outras cidades, por exemplo, atinge mais da metade dos alunos da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Conforme dados de 2002, cerca de 60% dos concorrentes eram moradores do interior de São Paulo. A conurbação da Região Metropolitana de Campinas é ponto positivo para aqueles que querem estudar na cidade. A RMC possui amplo sistema viário que interliga as 19 cidades da região, distribuída em um espaço de 3.647 km².

Morar fora
Priscila Jordão, 19 anos, é natural de Sorocaba e também escolheu Campinas para complementar seus estudos. No segundo ano do curso de jornalismo da PUC-Campinas, ela conta que a parte mais difícil de morar sozinha é a saudade dos pais. “Eu fico triste quando não volto para casa, já que eu fico sozinha aqui e meus pais sozinhos em Sorocaba”, conta.

Ainda segundo informações da Unicamp, os outros 40% dos concorrentes no vestibular da universidade são da cidade de São Paulo e de outros estados. E para morar em outro local, longe dos pais, é necessário mais do que coragem. A conta de luz em Campinas subiu 2,61% no último domingo e o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), que regula dentre outras coisas o preço do aluguel, fechou março em alta de 0,43%, apesar de estar estabilizado. O preço médio de uma moradia próximo à Unicamp e Puc-Campinas é de 800 reais por mês.

Levantamento do Guia do Estudante demonstra que uma pessoa decidida morar em Campinas gasta em média R$ 570/mês. Caso a moradia seja longe da faculdade, ele ainda tem que desembolsar 120 reais para transporte. Esse não é o caso de Priscila, que decidiu morar sozinha e precisa arcar com os custos. Em média, a estudante paga 740 reais por mês com a kitnet, localizada em frente à universidade, energia elétrica e internet. Para se alimentar e poder frequentar as festas, parte da cultura do estudante em ensino superior, Priscila ainda recebe R$ 100,00 por semana.

Durante o mês este gasto chega a R$ 1.268. Em uma comparação simplificada, José Gustavo Gomes tem um custo 79% mais barato quando opta por ir e voltar todo dia de Americana. O que compensa mais? O economista do Prime Instituto de Economia e Informação Jorge Meschiatti não soube responder. “Isto implica no todo das despesas, no tempo e praticidade, ou seja, mora distante por preço mais barato tem seu preço que é o tempo de deslocamento, horas perdidas de estudo e lazer. Esta questão merece pesar de forma coerente, por exemplo, grupos de alunos que moram distante e numa mesma região podem ser cooperativos com os que possuem carros, poupando tempo de deslocamento e custo de transporte”, afirma.

Custos

Talita Bristotti
Comparativo de gastos de Priscila Jordão em um mês

Uma família compromete 31,6% da renda mensal com o pagamento de dívidas, 40% é relativo aos tributos diretos e indiretos, e somente 28,40% do orçamento para outras necessidades. Para o economista, a família precisa ter uma renda de, pelo menos, 17 salários mínimos para manter um filho estudando fora de casa. “Se a renda de uma família for de R$ 10.000,00 sobram somente R$ R$ 2.840,00 para comer, morar, transporte, água, luz e outras coisas mais da família. Sendo assim, para que se proporcione um mínimo de condições para o filho que mora em outra cidade e que não tenha trabalho e só estude, a renda familiar tem que ser superior a R$ 10.000,00 mensais”, contabiliza.

O preço da conta de luz teve acréscimo de 2,89% em abril. O transporte público passou de R$ 2,85 para 3,00 reais – aumento de 5,26%, o estudante universitário não possui direito ao bilhete escolar (que hoje custa R$ 1,14) e ainda precisa encarar o atraso constante dos ônibus. O índice que regula o aluguel, apesar de estável, teve pequena alta em março fechando o mês em +0,43%. Nas proximidades das duas principais universidades de Campinas, o preço médio de uma kitnet é de R$ 800,00, algo que na visão de Meschiatti caracteriza-se como especulação imobiliária. “Vivemos em um sistema capitalista vampiresco, é tácito que o proprietário do imóvel não utiliza seu bem para fins produtivos ou habitacionais, fazendo com que se retire a probalidade de fazê-lo de outras pessoas com menor poder aquisitivo”, critica.

O preço das fotocópias dos estabelecimentos da Puc-Campinas custa 0,12 centavos a folha e na Unicamp R$ 0,07. Não bastasse isso, pesquisa demonstrou que o preço médio do livro científico no Brasil é de R$ 38,02 no ano de 2006, com 12.081 títulos no mercado. Para diminuir os gastos, os sebos sempre são opções opções mais baratas. Estudo da Estante Virtual, sebo on-line, mostra que livros universitários chegam a ter um preço 94% menor se comprado à compra nas livrarias convencionais.

Campinas
A Unicamp possui 36,8 mil pessoas cursando ensino superior e a PUC-Campinas cerca de 20 mil. As duas instituições, juntas, abrigam quase todos os universitários na cidade, visto que o número absoluto em Campinas é de 67,2 mil pessoas, segundo informações de 2010 da Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas). Um dos pólos tecnológicos do país, 50 das 500 maiores multinacionais do mundo estão instaladas na região.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s