Consumo de materiais de construção cresce apesar da alta de preços dos produtos e da mão de obra

O índice da FGV (Fundação Getúlio Vargas) responsável por medir os custos da construção apresentou em março um recuo no aumento dos preços. Materiais, equipamentos e mão de obra registraram desaceleração registrando aumento de 0,37% , menor que o índice de fevereiro (0,42%). Porém, apesar da redução dessa taxa, nos últimos 12 meses o INCC-M (Índice Nacional de Custo da Construção – M) acumulou um aumento de 7,85%.

Em valores reais, os custos da construção cívil por metro quadrado, que em janeiro registrou R$ 814,43, em fevereiro passou para R$ 816,96. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a maior parte dos gastos são referentes aos materiais (R$ 446,17 por m²) e os demais R$ 370,79 são relativos aos custos com a mão de obra.

Apesar do aumento de preços, dados divulgados pelo Sinduscon (Sindicato da Construção) do Estado de São Paulo revelam que houve um aumento no volume de vendas de materiais de construção na comparação entre janeiro de 2012 e o mesmo mês de 2011. No acumulado dos últimos 12 meses, o comércio desse tipo de produto cresceu 13,7%.

Segundo o sindicato, a redução de juros e o crescimento do índice de ocupação da população no mercado de trabalho são os responsáveis por favorecer o consumo das famílias.

Jéssica Caldeira
fonte: IBGE e FGV

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s