Número de academias em Campinas cresce 9,64% ao ano

O brasileiro está preocupado em perder as gordurinhas e está “puxando mais ferro”. É o que mostra  o Instituto Data Popular, com a pesquisa aponta que desde 2000 o número de academias no Brasil cresceu 21 vezes, já são mais de 16 mil estabelecimentos, só perdendo para os Estados Unidos. O estado de São Paulo é o “mais forte” com cerca de 6.400 estabelecimentos, Campinas não ficou atrás, segundo a Associação Comercial de Campinas (ACIC) em seis anos o número de academias era de 156, agora neste ano já se registra 297 estabelecimentos, um crescimento médio de 9,64% ao ano.

Shirley Jorge e o professor Carlos Grigolleti que abriu sua academia em 1999

O professor de Educação Física Carlos Grigoletti conta que há 13 anos, quando fundou seu estabelecimento não era assim: “hoje se vê uma academia em cada esquina, porque o Brasil é um país tropical, e o brasileiro sempre está preocupado em mostrar a barriguinha sarada”.  Para se ter uma idéia, segundo a Associação da Academias (Acad) são 5 milhões de matriculados que movimentam 600 milhões de reais ao ano.

O professor Grigoletti acredita que este crescimento é sinal que a população está mais informada e consciente. “Agora com o aumento do número de academias temos que ter um trabalho personalizado, ter natação, ter pilates que hoje é muito bem visto para quem tem problemas de postura e flexibilidade”, diz Grigoletti.  Este é o caso do aluno José Bispo de Sousa, de 23 anos, que busca a academia para buscar uma melhor qualidade de vida e se sentir mais leve. “E as menininha gostam também né, então agente vem”, conta Sousa.

O aumento de informações e a preocupação da população com a saúde está atraindo outro tipo de público, a terceira idade. A pesquisa da Acad aponta que dos 5 milhões de matriculados, 1,5 milhões são idosos. “Esta academia é voltada para o bem-estar, para saúde porque o público se diversificou, antigamente você não via um senhor de 90 anos fazer academia para uma melhor qualidade de vida”, diz Grigoletti.  Como a aposentada Shirley Jorge, de 68 anos, que apesar de já caminhar e praticar natação começou a fazer musculação por recomendação médica. “O médico disse que eu precisava ganhar massa, e que a musculação é ótima como prevenção da osteoporose”, diz a aposentada.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s